Uma forma (cristã) de olhar a advocacia

Eu sempre gostei de ler o antigoAntigo Testamento.

A ideia de uma promessa que você é chamado a acreditar sem nenhuma garantia de cumprimento me encantava de uma forma misteriosa. É um pôr-se a caminho animado pela simples confiança na voz que lhe fala.

Há dez anos eu saí de Criciúma com esse espírito para estudar direito na UFSC.
Conclui o curso, comecei a advogar.

Nos primeiros anos de advocacia, tive a alegria de participar do movimento Emaús.

No movimento, leituras e conversas animadas com amigos me permitiram refletir como a revelação de Deus se reveste de um conteúdo jurídico bastante robusto.

Para mim, é interessante pensar que, logo depois de criar a humanidade, Deus editou uma lei (não comerás o fruto). Talvez seja próprio da condição humana viver sob uma lei. Eu confesso, não sei.

adao.jpg

De qualquer forma, é fato que essa grande jornada humana em busca de redenção começa com um crime terrível. A humanidade se torna ré de um processo que tem Deus por juiz. Nesse cenário, não parece má ideia ter um defensor.

É a partir dessa ideia que gosto de pensar a advocacia. Estar ao lado dos caídos e
errados, dos sozinhos e esquecidos, daqueles que perdem sua alegria e seu sono com
problemas, reconhecendo que todos nós erramos. Uns mais outros menos.

 

Através da advocacia eu tento melhorar como ser humano, afastando-me dos julgamentos apressados. Qualquer punição é terrível para aquele que a recebe de maneira injusta.

Enfim, a advocacia me mostra que nossas certezas acerca do erro alheio são frágeis, e,
por vezes, equivocadas. É paradoxal pensar que uma humanidade caída possa ser mais
dura em seus julgamentos do que o próprio Deus.

O advogar diário mudou minhas orações: hoje eu peço mais misericórdia do que justiça.

foto.jpg

Guilherme Formanski

Filho do Jorge e da Silvana.

Siga o Blog Reflexão Católica no InstagramYoutube e em nossa Playlist no Spotify!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s